Tema(s) Da Semana!


Tema do mês: Natal e as suas histórias.

sábado, 16 de outubro de 2010

Adopção Homossexual - a Favor II

Ainda não tinha tido tempo para abordar este assunto, apesar de ser um assunto muitas vezes abordado em conversas de telemóvel com o meu querido Thomas.
É verdade que é um assunto complicado, é verdade que nem todos os homossexuais lutaram pelos seus direitos da maneira mais discreta.
Mas os negros também lutaram, as mulheres também lutaram pelos seus direitos e foram todos de maneira rebelde e nada aceite na sociedade.
E se pensarmos, nada aceite na sociedade apenas porque não estava de acordo com o considerado normal da sociedade na época dos respectivos acontecimentos.
Não digo com isto que os homossexuais sejam anormais, longe disso, são pessoas como eu, como tu!
Apenas sentem atracção pelo mesmo sexo, mas sentem como nós. Tem um romance da mesma maneira que uma rapariga tem com um rapaz.
Sentem borboletas na barriga da mesma maneira que eu senti quando conheci o meu namorado, choram quando tem desgostos e acredito (e muito) que sofram por não poderem ter filhos e ainda mais por haver tantas crianças necessitadas pelo mundo inteiro que podiam muito bem já ter um lar, mesmo que fosse um lar com dois papás ou duas mamãs... seria um lar com o mesmo amor que eu poderia dar a um filho meu.
Eu sei que as bichas escandalosas dificultam a luta, mas também ajudam imenso.
É a maneira deles de lutarem, não concordo com tanta excentricidade mas...who cares?
Tem coragem, eu não teria, mas eles têm!

E mais ! Os católicos estudam a Bíblia e são os primeiros a afundar os homossexuais na sua própria vergonha, (não propriamente os católicos, mas sim a igreja) mas se acreditam realmente em Deus (coisa que eu não) e dizem que Deus nos fez á sua imagem, porque os homossexuais são tratados como se não fossem obra de Deus?
Somos todos feitos da mesma matéria. Todos sentimos e todos queremos ser saudáveis.
E isso é o mais importante. Saúde, Felicidade e Amor.
Seja Homem ou Mulher, se eu tivesse dois pais ou duas mamãs, só pediria que ninguém fosse cruel comigo por ser amada mais que os outros.

Esta é a minha opinião, e com este Post deixo também o tema da próxima semana que começa a valer no dia 18 deste mês.
Portanto quem quiser publicar alguma coisa referente a este tema, por favor que o faça ate amanha. =)

O tema será: Abortar, certo ou errado?

Escolhi este Tema porque acho um tema muito interessante, com variadíssimas opiniões.
E claro, sou mulher.
Espero ver este Blog crescer, faz-nos bem a todos escrever fora do nosso diário, faz bem ao outros ver todas as opiniões possíveis acerca de imensos assuntos.

Tenham uma Boa semana, Obrigada a todos os que participaram, seja com textos, comentários ou simplesmente 'seguir'.
Passem a Palavra :)

17 comentários:

  1. gostei (:
    apesar de tudo, devo dizer-te que é perigoso fazer generalizações como a que fizeste quanto aos católicos. A verdade é que, grande parte dos católicos (eu incluído) são completamente a favor da adopção por homossexuais. Há uma grande diferença entre aquilo que é a opinião da Igreja e aquilo que é a opinião dos católicos. (eu fiz há uns tempos - antes de ser aprovada a lei que permitia os casamentos homossexuais - um texto sobre o casamento e a adopção por homossexuais no blogue "O mundo em perspectiva" em que referia precisamente que achava que a Igreja devia ser a primeira a apoiá-los, portanto estou de acordo que a Igreja o devia fazer, o que não quer dizer que os católicos não o façam já!)

    ResponderEliminar
  2. sim, mandaste-me mail (:
    eu agora ando mesmo com muito pouco tempo, mas prometo passar cá de vez em quando para vos ler e comentar quando tiver algo a dizer :b

    ResponderEliminar
  3. Respondendo ao comentário do Ti, eu fui criado com base na religião católica. Andei na catequese, tive moral, fiz a 1ª comunhão e digo te que não é suposto haver uma grande diferença entre os ensinamentos da igreja e o que realmente as pessoas pensam, porque o objectivo da religião é ensinar as pessoas a irem pelo caminho da "salvação" e como todos nós sabemos a sodomia é algo chamado de pecado e condenado, por isso sim a igreja deveria ser a primeira a apoiar (apenas porque tem grande influencia nas pessoas) mas isso nunca vai acontecer! Estamos a falar de uma religião que o seu representante máximo vai a África dizer aos crentes para não usarem preservativos por serem contra vontade de deus! Isto faria sentido se as pessoas fizessem sexo para procriar, não só por divertimento. Mas resumindo que já estou aqui a misturar muita coisa, os Católicos não deveriam nunca apoiar os Homossexuais, muito menos a adopção por isso respondo que nunca na vida a religião católica vai apoiar essas causas. Talvez se criarmos um Neo-Catolicismo.

    ResponderEliminar
  4. Agora Respondendo a minha amiga Duchess, concordo contigo! como já antes concordava nas nossas intermináveis conversas telefónicas! acho que esta frase simboliza tudo!

    "Seja Homem ou Mulher, se eu tivesse dois pais ou duas mamãs, só pediria que ninguém fosse cruel comigo por ser amada mais que os outros."

    Obrigado Amor!

    ResponderEliminar
  5. Respondendo ao comentário da Duchess no meu blogue, eu já tinha feito aquele texto há muito tempo xb

    Respondendo ao Thomas, eu tive catequese, fiz a 1.ª comunhão, fiz a profissão de fé, fiz o crisma, pertenço ao grupo de jovens, pertenço ao coro da igreja e dou catequese a três grupos diferentes. E posso-te garantir que apesar de haver gente com um pensamento retrógrada dentro da Igreja que tenta incutir esses valores, a verdade é que são cada vez menos, e que a própria instituição sediada no Vaticano, apesar de, para quem está de fora, mostrar pensamentos muito atrasados e desactualizados, tem vindo a abrir-se cada vez mais à sociedade do século XXI. Mas, sendo uma instituição da qual fazem parte tantos milhões de pessoas, é muito morosa essa actualização da Igreja. No entanto, não tenho qualquer dúvida de que a Igreja vai acabar por apoiar os homossexuais.
    E por haver beatas que consideram a sodomia pecado, não quer dizer que a Igreja assim o entenda.
    Inclusive, dentro da Igreja católica, há organizações de católicos homossexuais que são perfeitamente aceites pelo Vaticano!
    E sim, estou de acordo que nunca deveria o Papa João Paulo II ter ido a África dizer aquilo, mas está errado dizeres que ele é o representante máximo da religião católica: o verdadeiro representante máximo do catolicismo é Jesus Cristo.

    ResponderEliminar
  6. Ti em mi não foi o João Paulo II! Foi o Papa Bento XVI. Fico muito feliz que uma pessoa que está tão dentro da igreja tenha mesmo fé que a situação mude. Sinceramente deixa me mais descansado!

    Mas a igreja baseia-se na bíblia, e está escrito que a sodomia é pecado! estou certo ou errado?

    continuo a achar que a evolução será muito demorada, senão demasiado demorada!

    ResponderEliminar
  7. Acho que a frase a reter é mesmo "Seja Homem ou Mulher, se eu tivesse dois pais ou duas mamãs, só pediria que ninguém fosse cruel comigo por ser amada mais que os outros." :) concordo com praticamente tudo mas também concordo que não podemos fazer generalizações... Tal como existem casais típicos desequilibrados, também no caso de casais homossexuais o mesmo pode acontecer e não estão imunes a problemas com as crianças, mas certamente têm muito muito amor para dar. E quanto à questão da Igreja prefiro não comentar que não é um tema que me agrade :) * beijinho ~ continuem que o blog é muito bom !

    ResponderEliminar
  8. eu sou a favor, há casais homo que têm muito mais amor e educação para dar a uma criança do que muitos heteros que por ai andam!!

    já fiz pub no blog :)

    ResponderEliminar
  9. não serão eles/elas capazes de proporcionar à criança o amor que precisam para um crescimento feliz e saudavel? nao terao capacidades de ter um lar estruturado, mais que em algumas familias ditas normais? não serão as criancas destas familias adultos mais formados, de mentes mais abertas e com novas perspectivas? nao sera isso uma das muitas coisas que falta aos jovens de hoje?

    beijinho*

    ResponderEliminar
  10. sou a favor!
    vim aqui só ver os temas abordados hoje... estou na hora de jantar que está a terminar e não consigo dar a minha opinião... mas quando chegar a casa ou amanhã venho dá-la! ;)

    ResponderEliminar
  11. Estou a gostar do blog e dos assuntos abordados até então.

    ResponderEliminar
  12. Existe tanta criança por aí a precisar de amor e carinho, que certamente o teriam, junto de muitos casais homossexuais, que realmente acredito que sofram por não poder ter filhos.
    O único senão que vejo é a sociedade, que provavelmente ainda não está preparada para o filho de um casal homossexual, o que pode ser violento para uma criança, se confrontada pelos seus colegas e amigos pode ser traumatizante, pois as crianças dizem o que pensam sem dó nem piedade!!

    ResponderEliminar
  13. Sou completamente a favor, e não apenas em casos de violação, porque isso é mais do que óbvio, sou a favor porque a mulher tem o direito de decidir quando quer ser mãe, nem sempre é o melhor timing para o ser. Há questão dos contraceptivos, sim há pessoas que se esquecem e não usam, mas há aqueles que usam sempre e na mesma pode acontecer uma gravidez. Sem dúvida a mulher tem direito a optar.

    ResponderEliminar
  14. Para não criar confusão a Marie está a abordar o assunto desta semana!

    ResponderEliminar
  15. Sou a favor da adopção entre Homossexuais. acho qu, apesar de vivermos numa sociedade demasiado perconceitosa, temos de mudar mentalidades. e esta é uma mentalidade quese tem de mudar. os homossexuais são pessoas como nós, têm sentimentos e amam da mesma forma que nós.
    se nós, hetero podemos e temos tudo a nosso favor, temos que aceitar que os homossexuais também deveriam de ter.
    eles sabem amar... e há tantas crianças que são abandonadas, maltratadas... tudo... e vêm de uma familia de hetero!!
    Pais homossexuais nada tem haver com as escolhas futuras da criança, pais homossexuais também têm amor para dar... estes também saberão dar um lar, uma familia, amor, carinho, tudo a uma criança, basta que os deixem...

    ResponderEliminar

Opina sem medo. Este Blogue vive de opiniões =)
Obrigado.